Sacola com hélices e tomar um rumo na vida

É complicado para mim morar sozinho e não ter ninguém para me incentivar a fazer as coisas que precisam ser feitas. Na teoria (e na minha cabeça também) é fácil dizer “Basta fazer”, mas na prática é outra história, vocês sabem como é.

Uma coisa é certa: A parte mais difícil é começar, é tirar a bunda da cadeira, dar um passo a frente. Agir é dificil. Você formula o passo-a-passo todo na sua mente, cria aquele plano infalível, mas não consegue dar ignição.

Filosofei e percebi que tem gente (como eu) que cria obstáculos para chegar ao seu objetivo, e mesmo quando os ultrapassa acaba por criar outros maiores ainda.

Os vídeos de palestra motivacional no youtube estão corretos: Você tem que se esforçar para se destacar no meio da multidão, ninguém que venceu na vida o fez sem ter passado por dificuldades. É preciso estudar mais, lutar mais, trabalhar mais, correr mais, pensar mais.

Nesse mar de sacolas plásticas um modo de se diferenciar é se turbinar e colocar hélices, para não mais ficar ao bel-prazer dos ventos.

A título de comparação eu (e vários de vocês) estão nesse mar de vestibulandos, onde todos querem fazer um Engenharia Civil ou uma medicina (ok, nem todos, mas eu me reservo o direito de generalizar) mas são poucos os que conseguem, são poucos os que “ralam pra burro” e que abrem mão de várias mordomias ou das preguiças da vida.

Se eu e você quisermos passar, não vai bastar sermos melhores que nós mesmo, se superar não irá ser o suficiente. Teremos que nos sacrificar, abrir mão, passar dos nossos limites. Teremos que ser melhores que outros milhares de estudantes.

Enfim, hoje é mais um dia em que eu me faço essa promessa de ser melhor, mas acho que será diferente, pois dessa vez esta registrado para todo o sempre nessas linhas que eu escrevi, dessa vez eu tenho que prestar contas a você que está lendo.

Em tempo, hoje quando estava pensando no que iria escrever começou a tocar uma música no vizinho, que dizia:

Já fiz uma promessa e Deus vai me ajudar
Pois só vou beber mais hoje, amanhã eu vou parar.

Não sei se foi um sinal ou algo do tipo, e não consegui entender se ela [a música] estava me incentivando ou estava tentando me jogar para baixo.

Anúncios

Sua opinião me incentiva a escrever mais e melhor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s